Basicão do aquário plantado!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Basicão do aquário plantado!!!

Mensagem  Fernando Fontes em Seg Out 12, 2009 1:33 am

Para começar, pedras coloridas, plantas artificiais e filtro biológico de fundo (aquelas placas obsoletas que ficam no fundo do aquário) não são bem-vindos em um aquário plantado. No lugar, usaremos substrato fértil com uma camada inerte por cima (explicarei o que é depois); plantas naturais e um filtro externo.

Substrato - é a areia, cascalho ou o que escolher para ficar no fundo. Para um plantado, podemos utilizar um substrato fértil, como laterita com húmus de minhoca tratado e uma camada inerte por cima, como areia de rio. A camada inerte é substrato pobre em nutrientes que vai impedir que a água fique em contato com a camada fértil, o que poderia resultar em uma explosão de algas, além de intoxicação dos peixes, por conta dos compostos nitrogenados formados. Quanto menor a granulometria da camada inerte, melhor ela isolará a camada fértil. As camadas inertes mais usuais são as areias de rio e de filtro de piscina, isolam muito bem a camada fértil. Há, também, substratos prontos vendidos, geralmente, em sacos. Eles são enriquecidos com todos os nutrientes que uma planta precisa para viver feliz e saudável, mas o preço muitas vezes não é tão acessível... A maioria desses substratos prontos também exige isolamento, mas existem marcas que podem estar em contado direto com a coluna de água, o que garante muito mais comodidade ao usuário. Bons substratos prontos que não precisam de isolamento são o Flourite e o EcoPlanted.

Plantas – De início começamos com plantas mais resistentes. Cabombas, elódeas, echinodorus, anúbias são as plantas mais indicadas. Não precisam de injeção de CO2, nem são muito exigentes com relação a nutrientes. Depois, pode-se trocar a flora por plantas mais exigentes e isso aumenta muito as possibilidades de paisagismo... Carpetes, plantas vermelhas, etc.! Para definir o paisagismo do aquário, vale ver as montagens de aquapaisagistas profissionais, prestar atenção à posição dos troncos, das pedras. Onde colocar aquela planta vermelha para que ela ganhe destaque no aquário, sem desmerecer o resto da montagem. Cursos de aquapaisagismo também são muito esclarecedores nesse aspecto.

Filtragem - para plantados, é interessante usar 5x o volume de água do aquário. Os melhores modelos são os hang-on (que ficam pendurados na borda do aquário), para aquários menores e os canisters, para aquários maiores. Dentro do filtro ocorre a filtragem biológica, mecânica e química. A mais importante é a biológica. É o coração do aquário. Lá se instalarão as bactérias benéficas, que decompõem amônia em nitrito e depois em nitrato. Sem isso, seu aquário não vai para frente. Haverá melhor tratamento para esse assunto das bactérias no tópico – CICLAGEM.

Iluminação - A relação indicada para aquários plantados é de 1W/L. No início, com plantas mais resistentes, talvez isso seja um exagero, podendo ser utilizada a relação de 0,7W/L. Nunca faça um aquário com mais de 60cm de altura para montar um plantado, pois a iluminação é filtrada durante seu trajeto pela água, fazendo com que poucos fótons alcancem as plantas mais baixas, podendo causar morte de muitas delas. As alturas mais indicadas estão abaixo de 50cm. Já tem um aquário com mais de 60cm de altura e quer fazê-lo plantado?? Ok, ok... Há salvação! As lâmpadas HQI dão conta do recado, porém são muito mais caras e consomem bastante energia!

CO2 - Aquários plantados precisam de um sistema de injeção de CO2, sem o qual plantas mais exigentes não sobrevivem. O CO2 pode ser encontrado em kits, na forma líquida (não são bons) ou pode-se fazer em casa a garrafada caseira. Prós e contras de todos: Os kits são, sem dúvidas, o melhor dos três. Feitos por boas marcas, são confiáveis, além de permitirem bastante controle sobre a vazão de CO2 liberado no aquário. Infelizmente, são muito caros. Os preços variam de 200 a 4000 reais, dependendo do tamanho do cilindro e da marca. O CO2 líquido tem a vantagem da praticidade, mas praticamente não atendem às necessidades das plantas que exigem a aplicação do CO2. Se quiser um bom plantado, com muitas plantas saudáveis, não utilize o CO2 líquido, pois ele não suprirá as necessidades das plantas. A garrafada caseira é uma opção extremamente criativa para quem não quer pagar 2000 reais em um kit de CO2. Consiste na formação do CO2 por meio da fermentação biológica. Utiliza-se açúcar, bicarbonato de sódio e fermento biológico para que haja a fermentação do açúcar com conseqüente liberação do CO2 no aquário, feito por meio de pedra porosa. A receita para a garrafada, bem como o modo de preparar a garrafa (PET 2L) podem ser encontrados facilmente na Internet. A única precaução que deve ser tomada é a de não exagerar na dose dos ingredientes, pois a liberação de CO2 dentro da garrafa leva a um aumento de pressão, que, se for muito grande, rompe a garrafa... Garanto que o cheiro de açúcar semi-fermentado com bicarbonato de sódio não é agradável.

Ciclagem - Isso vale para todos os aquários. O período de ciclagem é quando as bactérias benéficas se fixam. Sem esse período, amônia, nitrito e nitrato sobem em níveis tão altos que matam os peixes por intoxicação e/ou asfixia, por serem bastante tóxicos (amônia > nitrito > nitrato [> = mais tóxico que]). Essas bactérias decompõem a amônia em nitrito e depois em nitrato. Esse nitrato é consumido pelas plantas, o restante é eliminado nas TPAs (trocas parciais de água). O período de ciclagem dura, em média, 30 dias. Quero dizer que, num período de 30 dias, o aquário estará pronto, com substrato, plantas, filtragem, CO2, iluminação, tudo funcionando, porém SEM PEIXES. Como saber se o período de ciclagem está concluído? Por meio dos testes de amônia, nitrito e nitrato. Quando esses valores se estabilizarem em níveis aceitáveis (de preferência, 0 PPM) pode-se dizer que a ciclagem foi concluída. Mas nunca coloque os peixes antes de 15 dias e nunca os coloque sem que os níveis de compostos nitrogenados (amônia, nitrito e nitrato) tenham se estabilizado e mostrem-se fixos por mais de 5 dias.

Fauna – Em plantados, como o nome já diz, o foco são as plantas, não os peixes. Por isso a fauna de um aquário plantado é bastante restrita, para evitar que haja excesso de poluição e liberação de compostos nitrogenados. Coloca-se apenas o suficiente para dar uma vida a mais no aquário. Sempre peixes de pequeno porte que não tenham hábitos de comer plantas ou revirar o substrato à procura de comida, o que arruinaria o paisagismo. Peixes altamente indicados para plantados são os tetras, como os Neons, Rodóstomus, Tetra Imperador, Matogrosso, pequenos peixes de grande beleza e comportamento de cardume. Pode-se ainda optar pelos ciclídeos anões sul-americanos, como Ramirezis, Apistogrammas ou até o Kribensis (ciclídeo africano, mas que vive em pH ácido e água mole, como os ciclídeos anões sul-americanos).

Testes - São obrigatórios os testes de pH, amônia, nitrito, nitrato, cloro, dureza (GH e KH). Os testes de amônia, nitrito e nitrato ajudam a indicar quando a ciclagem está concluída. Quando estes compostos se neutralizarem e permanecerem zerados no aquário, sua ciclagem está concluída. Após a ciclagem, esses testes devem ser feitos semanalmente para controle. O pH deve ser feito em intervalos regulares, para checar se não há variações. Dureza é para o bem estar dos peixes, cada um tem uma faixa de dureza. Depois de ciclado, na hora de escolher a fauna, os peixes devem ser escolhidos em função do pH, da temperatura e da dureza que seu aquário está apresentando. Não teime no pensamento: Ah! O peixe se adapta! Ele se adapta, sim, mas vive 50% menos do que deveria, além de não ter sua saúde íntegra, por mais que mostre boa coloração, nade ativamente e se alimente bem.

Fernando Fontes

Mensagens: 22
Pontos: 39
Reputação: 1
Data de inscrição: 11/10/2009
Idade: 22
Localização: Brasília

Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=11234248656590502630&rl

Voltar ao Topo Ir em baixo

Suplementos!

Mensagem  Fernando Fontes em Seg Out 12, 2009 6:02 am

Algumas coisas que ficaram faltando:

Susbstrato: A camada fértil é o segredo do aquarismo plantado. Aí se enquadram todos os substratos que são ricos em nutrientes, como a laterita, rica em ferro. As plantas precisam essencialmente dos macronutrientes (Nitrogênio, Fósforo e potássio) e dos micronutrientes (molibdênio, ferro, entre outros). O substrato fértil deve oferecer um bom balanço entre todos esses elementos, por isso colocar só laterita não resolve, por que ela é riquíssima em ferro, mas quanto aos outros nutrientes não supre bem, por isso complementar com o humus de minhoca tratado. Ok... Mas por que devo isolar a camada fértil?? Acontece que, quando em contato com a coluna de água, o substrato fértil libera seus nutrientes na água, isso transforma a água numa sopa de nutrientes que não são bem aproveitados pelas plantas, por que elas absorvem poucos nutrientes pelas folhas, a principal fonte de recolhimento de nutrientes é a raíz. Agora temos um monte de nutrientes boiando no aquário sem que ninguém os consuma? Não... As algas (que sempre estão presentes em ambientes aquáticos) aproveitam essa sopa e vão se reproduzindo, reproduzindo, reproduzindo até que a água fica verde, o vidro parece uma cerca viva, as pedras parecem uma moita... enfim.. não fica legal! Além disso, o nitrogênio presente no substrato fértil é facilmente convertido em amônia na água, amônia essa que é extremamente tóxica aos peixes... Isso pode causar uma intoxicação nos peixes. Daí a importância dos cuidados com o isolamento da camada fértil com a camada inerte.

Filtragem: Faltou falar o que é exatamente filtragem biológoca, mecânica e química. Filtragem biológica - é feita em mídias bastante porosas (cerâmica, bio balls), onde as colônias de bactérias nitrificantes encontram um ambiente favorável ao seu desenvolvimento e multiplicação. Essas bactérias são as responsáveis pela manutenção do ciclo do nitrogênio no aquário, sem o qual o aquário não vai para frente. A amônia excretada pelos peixes é convertida, pelas bactérias do gênero Nitrossomonas em nitrito, que posteriormente é convertida em nitrato pelas bactérias do gênero Nitrobactéria. O nitrato formado é, em parte, utilizado pelas plantas em sua nutrição e a outra parte é eliminada pelas TPAs. Filtragem química - O "metabolismo do aquário" resulta em algumas outras substâncias que são tóxicas. Além dos restos de metais pesados que não são neutralizados pelos condicionadores de água nas TPAs, esses compostos tóxicos são, em parte, absorvidos pela filtragem química. As mídias de filtragem química mais famosas são o carvão e a Purigem. Não estamos falando do carvão de churrasco, ok? Esse carvão é vendido em lojas especializadas de aquarismo e satura a cada mês, em média. Isso significa que ele deve ser trocado a cada mês. Enquanto a Purigem, produto da Seachem, é mais eficiente (cerca de 4x mais que o carvão) e tem a enorme vantagem de não precisar ser trocada praticamente nunca. A cada 2 meses lava-se a Purigem saturada com água e um pouco de água sanitária misturada; depois é colocar o anti-cloro (condicionador de água) e colocá-la de volta no filtro. Filtragem mecânica - Essa é mais simples. Consiste na adição de qualquer material que impeça a passagem de partículas sólidas que estejam na água. O mais utilizado é o perlon.

Fernando Fontes

Mensagens: 22
Pontos: 39
Reputação: 1
Data de inscrição: 11/10/2009
Idade: 22
Localização: Brasília

Ver perfil do usuário http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=11234248656590502630&rl

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Basicão do aquário plantado!!!

Mensagem  Rodrigo_S em Seg Out 12, 2009 4:13 pm

Shocked Completíssimo Fernando!!!!Muito bem feito e elaborado!O fórum vai pra frente! Exclamation

Rodrigo_S
Admin

Mensagens: 8
Pontos: 10
Reputação: 0
Data de inscrição: 11/10/2009
Idade: 18
Localização: São João de Meriti

Ver perfil do usuário http://aquarioculturismo.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Basicão do aquário plantado!!!

Mensagem  Pazabro em Seg Out 12, 2009 8:56 pm

Texto muito bem elaborado!
Parabéns pela atenção e respeito a essa arte do aquarismo.

Pazabro

Mensagens: 1
Pontos: 1
Reputação: 0
Data de inscrição: 12/10/2009
Localização: São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Basicão do aquário plantado!!!

Mensagem  Diogo Cesar em Qui Out 15, 2009 10:19 pm

É verdade texto super bem elaborado e claro, já pude tirar muito das minhas duvidas... Ta de Parabéns hein Fernando? cheers

Diogo Cesar

Mensagens: 2
Pontos: 2
Reputação: 0
Data de inscrição: 14/10/2009
Idade: 27
Localização: Paraguay

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Basicão do aquário plantado!!!

Mensagem  BrunnoZenni em Dom Set 11, 2011 3:09 pm

como se faz os testes de pH, amônia, nitrito, nitrato, cloro, dureza (GH e KH)?

BrunnoZenni

Mensagens: 2
Pontos: 2
Reputação: 0
Data de inscrição: 11/09/2011
Idade: 23
Localização: Curitiba-PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum